Minha consultoria

agosto 10, 2014

Bom dia à todos !!

Uma manhã de domingo de dia dos pais para divulgar meu novo projeto.

 

03-LogoKerdos

03- Serviços (2)

CONTATOS

professor.kanda@gmail.com


Voltemos ao Evangelho

outubro 28, 2011

Inácio de Antioquia

Nesta perseguição sofreu o bem-aventurado mártir Inácio, quem é tido em grande reverência entre muitos. Este Inácio tinha sido designado para o bispado de Antioquia, seguindo a Pedro na sucessão. Alguns dizem que ao ser enviado da Síria para a Roma, porque professava a Cristo, foi entregue às feras para ser devorado. Também se diz dele que quando passou pela Ásia (a atual Turquia), estando sob o mais estrito cuidado de seus guardiões, fortaleceu e confirmou as igrejas por todas as cidades por onde passava, tanto com suas exortações como predicando a Palavra de Deus. Assim, tendo negado a Esmirna, escreveu à Igreja de Roma, exortando-os para que não empregassem meio algum para libertá-lo de seu martírio, não fosse que o privassem daquilo que mais anelava e esperava. “Agora começo a ser um discípulo. nada me importa das coisas visíveis ou invisíveis, para poder somente ganhar a Cristo. Que o fogo e a cruz, que manadas de bestas selvagens, que a ruptura dos ossos e a dilaceração de todo o corpo, e que toda a malícia do diabo venham sobre mim; assim seja, se só puder ganhar a Cristo Jesus!”. E inclusive quando foi sentenciado a ser lançado às feras, tal era o ardente desejo que tinha de padecer, que dizia, cada vez que ouvia rugir os leões: “Sou o trigo de Cristo; vou ser moído com os dentes de feras selvagens para que possa ser achado pão puro”.


O VERDADEIRO CRENTE

outubro 9, 2011

Eric Hoffer, que escreveu O VERDADEIRO CRENTE, um clássico em movimentos de massa, diz: “os verdadeiros crentes não estão decididos a apoiar e afagar o seu ego; têm, isto sim, uma ânsia de se livrarem dele. Eles são seguidores, não em virtude de um desejo de auto-aperfeiçoamento, mas porque isto pode satisfazer sua paixão pela auto-renúncia!”. Hoffer também diz que a base da espiritualidade é a auto-responsabilidade e a auto-evolução!

Fonte: http://www.iupe.org.br/nws/men/men-040222-a_batalha_pela_sua_mente.htm


Feedback no Chefe!!

dezembro 14, 2010

Bom dia, leitores do Simeão!

Hoje li uma dica no site administradores.com, no qual explora os detalhes de como dar um feedback ao seu gerente ou gestor imediato.

Ao ler a matéria, vocês vão perceber que há um sentimento de proteção com a figura do gestor, ou seja, de alguma forma querem que nossa percepção aos ERROS se adeque aos valores organizacionais. Isso, pela ótica da geração X, é totalmente aceitável, afinal, eles são os maiores beneficiados. Para nós, geração Y e Z, é uma tortura à capacidade intelectual.

Na tentativa, ainda que embrionária e equivocada, em minimizar o impacto do choque dessas gerações, as organizações estão colocando os resultados de qualquer avaliação de desempenho, seja do gestor ou do próprio funcionário, como fator de peso para o pagamento das PL’s¹, assim inibindo um resultado transparente e verdadeiro, condicionado-os a fatores econômicos, ou seja, se o funcionário responder TUDO positivamente, ele recebe a PL integral, caso contrário, além de uma suspeita da exposição do funcionário, podendo até desencadear um processo de assédio moral, ficará com um natal mais “magro”.

Eles (a organização) ainda falam que nas pesquisas de clima o único fator que SEMPRE perde ponto é remuneração. Tem que rir, né ?

Dica: Mesmo que ainda não seja gestor, mobilize seus pares, crie alternativas paralelas aos sistemas de avaliação e compare com os resultados OFICIAIS da empresa, mas não se assustem.

Qualquer dúvida podem entrar em contato.

———————————————————————

¹ Participação nos Lucros


Esporte: Bidone d’Oro

dezembro 13, 2010

Acabou de sair no globo.com uma notícia sobre o prêmio Bidone d’Oro do futebol Italiano atribuindo o atacante Adriano como o pior jogador do País. Duas perguntas eu me faço: Por que Adriano, sabendo que não estava preparado, aceitou um desafio assim ? O interesse do Corinthians e Palmeiras, mostra que somos incapazes de contratar bons jogadores ?


Bioestatística Criacionista

julho 26, 2010

Algumas pessoas ainda acreditam nas teorias evolucionistas, ou seja, a evolução é uma consequência natural; eis o termo “seleção natural”. O problema é que ninguém evidenciou a origem desta “seleção”, que, por falta dessas evidências, de natural não tem nada. A conclusão abaixo não tem um estudo cientifico profundo, mas evidencia uma questão criacionista interessante.

Existe um passáro, norte-americano, conhecido como Golden Plover, este pássaro é conhecido por suas longas travessias, chega a bater suas asas 250 mil vezes em uma única viagem.

A pergunta, muito pertinente, que me fiz foi: De onde eles tiram tanta energia para tal ?

Segue algumas contas…

Combustível utilizado pelos passáros: Gordura;
Peso do pássaro: 200 g; sendo 70 g de gordura;
Consumo de engergia: 1,5 g/hora viajada;
Consumo total na viajem: 82,2 g;

Esse pássro precisa de um peso minimo para sobrevivência de 130 gramas, ora, se ele tem, originalmente antes da viajem 200g e gasta 82,2g, seu peso final seria de 117,8; ele conseguiria voar cerca de 800 km apenas, muito menos do realizado.

A resposta é bem simples… Esses animais nunca voam sozinhos, sempre em grupos GRANDES e no formato “V”, eis aí a resposta para o ganho de energia nas viajens longas, ou seja, neste formato o pássaro bate menos asa, pois os outros criam um vácuo que diminue a resistencia do vento.

Isso é um design inteligente, um formato CRIADO e não evoluído.

Abraços à todos.


Café Mania ou Vicia?

julho 6, 2010

No último final de semana conheci algo novo, um joguinho na internet; parece que sou muito antiquado quando digo que um joguinho na internet é algo “novo”, né? Mas, os detalhes desse game fazem toda diferença para o usuário, independente da idade; estou falando do Cafémania, um jogo direcionado aos usuários do orkut; claro que a idéia da google é de aumentar os relacionamentos dentro de sua ferramenta, assim como seu faturamento, haja vista as condições de dispêndio monetário, não apenas virtual, mas de cunho físico, e dando condições de acessibilidade a potenciais usuários inertes da ferramenta. A grande “sacada” do game, para o usuário final, é mostrar que só sobrevive quem tiver uma percepção analítica muito forte, relacionamentos saudáveis, um alto espírito de competitividade ou, claro, dinheiro; itens primordiais no ambiente organizacional.

Algumas pessoas dizem que esse game desperta o lado empreendedor dos usuários, eu particularmente, prefiro dizer, dentro de uma perspectiva mais conservadora, que o único desenvolvimento gerado nas pessoas é o poder de análise. E dentro de uma visão antropológica, o brasileiro, dentro de um contexto saudável e menos maquiavélico, exercita seu poder de “malandragem”, tentando achar brechas no sistema que sustentem o seu sucesso no game, e isso é interessante: exercitar a cultura de forma virtual sem sair de casa. (Falarei melhor dessa cultura no final do texto)

A google reconhece que o Brasil é um país em pleno consumo da ferramenta orkut, quase 70% dos usuários de internet tem uma conta criada, obviamente que isso torna o nosso país a menina dos olhos no âmbito da publicidade. No entanto, parem e analisem: Café ou coffe, dentro de uma perspectiva de lanchonete e/ou bar, é um modelo tipicamente norte-americano; qual o sentido que isso ganha para ter tanto sucesso no país em que a cultura do “podrão da esquina” é tão presente e ao mesmo tempo longe dos padrões supracitados dos americanos? Simples. Temos uma vontade enrustida de dizer que somos capazes de vencer, que somos os melhores, que perder é algo inaceitável, mas não conseguimos expressar isso por questões culturais, ou seja, a sociedade brasileira rotula as pessoas que falam assim como sendo “soberbo”, ao passo que quando há uma oportunidade clara de externar isso de maneira “semi-anônima”, caímos de cabeça!

Bom jogo…


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.